DICAS: ESCOLHENDO AS CORTINAS DE CASA

DICAS: ESCOLHENDO AS CORTINAS DE CASA

Na hora de escolher as cortinas da sua casa, quais são os critérios que você leva em consideração? Estética ou funcionalidade? No post de hoje, preparamos um compilado de dicas para você acertar em cheio na hora da escolha!

Que a cortina, independente do modelo escolhido, tem um importante papel na conservação dos seus móveis, do seu piso (caso seja de madeira) e dos seus aparelhos eletrônicos, é um fato. Mas por aparentar servir apenas como uma forma de obstruir a passagem da luz, pode sofrer escolhas equivocadas. Então atente-se às nossas dicas:

CORTINA OU PERSIANA?

Cortina é uma peça de tecido, com pregas ou não, suspensa por um varão ou trilho, usada para decorar janelas, dar privacidade aos ambientes e proteger os interiores da ação do sol.

Já as persianas também cumprem essas funções, mas geralmente são feitas de madeira, metal, PVC ou outras fibras sintéticas e são peças fixas que se movimentam vertical ou horizontalmente.

A cortina sempre será um clássico, enquanto as persianas proporcionarão um ar contemporâneo ao ambiente. Com características bastante singulares separamos as principais vantagens e desvantagens de cada modelo, olha só:

PERSIANA

Vantagens

  • São excelentes para quem possui algum tipo de alergia, pois é mais fácil de evitar o acumulo de poeira;
  • São isolantes térmicos e acústicos;
  • Podem ser automatizadas.

Desvantagens

  • Possuem um alto custo;
  • Exigem um cuidado especial para prolongar sua vida útil;
  • Possuem uma instalação trabalhosa, o que pode torná-las ainda mais caras;
  • Exige uma limpeza das placas quase que diariamente para mantê-las limpa, pois a poeira torna-se muito aparente nelas.

CORTINA

Vantagens

  • Existem modelos para todos os bolsos;
  • A limpeza costuma ser mais fácil, já que os modelos em tecido podem ser lavados na máquina.
  • São clássicas e combinam com todos os ambientes.

Desvantagens

  • Uma das principais desvantagens de usar cortinas é que elas acumulam muita poeira;
  • É mais difícil de serem limpas semanalmente;
  • Podem piorar as alergias;
  • Em comparação com as persianas é que elas não servem como isolante acústico.

TRILHO OU VARÃO?

As cortinas de tecido podem correr em trilhos ou varões. Os varões ficam geralmente expostos e pedem o uso de argolas, ilhoses ou alças passantes para que a cortina corra (muitas vezes com dificuldades), aumentando ou reduzindo o volume da ondulação protetora.

O trilho suíço permite que a cortina corra mais facilmente, no entanto, sua estética pouco atrativa faz que permaneçam escondidos em cortineiros (bandôs) de gesso ou madeira. Mas a grande dificuldade do modelo é a manutenção, já que não pode ser colocado diretamente na máquina de lavar porque as estruturas metálicas enferrujam.

MEDIDAS

Modelos longos, que começam no teto (ou pelo menos 15 centímetros acima da janela) e alcançam o chão, são os mais usados para causar a impressão de aumento vertical do ambiente. Atente-se para não deixá-las muito curtas, dando a impressão de que faltou tecido, ou muito longas a ponto de arrastar no chão e sujar com facilidade.

Modelos curtos, também podem ser usados quando houver a presença de móveis posicionados logo abaixo da janela. Nesse caso, ele deve terminar de 10 cm a 15 cm abaixo da janela.

Lembrando que ao escolher o tamanho da cortina ou da persiana, é importante colocar, no mínimo, mais 30 cm a mais na largura e no comprimento. E não se esqueça que, se há uma bancada ou cama logo abaixo da janela, o ideal é que não toquem o móvel. Se o tamanho da janela mais a folga nas laterais for quase igual ao tamanho da parede, devem cobrir toda a superfície.

Agora ficou fácil escolher a melhor cortina para a sua casa não é? Ficou com alguma dúvida? Conta pra gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: