PISOS: OPÇÕES PARA TODOS OS GOSTOS (E BOLSOS!)

PISOS: OPÇÕES PARA TODOS OS GOSTOS (E BOLSOS!)

Na hora de escolher o piso perfeito, surgem diversas opções e com elas milhares de dúvidas. Inicialmente analisamos os tradicionais de cerâmica ou porcelanato. Mas por que não sair do óbvio? Há uma série de tendências que chegaram para facilitar todo esse processo de construção e reforma, que muitas vezes pode ser conturbado.

No post de hoje viemos apresentar algumas opções pra lá de interessantes! Desde as tradicionais até as mais diferentes.

A cerâmica, como já dissemos, é um dos mais utilizados e é vendido em diversos tamanhos, estampas e preços. É indicado para áreas internas e externas.

O porcelanato é um pouco mais elaborado pode ser polido, semi-polido ou em peças rústicas. Havendo ainda o porcelanato digital, capaz de imitar madeira ou mármore.

PISO LAMINADO

Constituído por lâminas de madeira envernizadas e de tamanhos variados, não é aplicado diretamente sobre o contrapiso, mas sim sobre uma manta. A camada superior exibe a estampa do piso e os encaixes (do tipo Click) são presos pelos rodapés, que são colados.

Quem está a procura de um piso de madeira a um valor abaixo dos revestimentos de madeira natural, com certeza vai aderir ao piso laminado. Produzido em madeira de reflorestamento, é de fácil manutenção, resistente e combina com grande parte dos estilos de decoração. Excelente na otimização de tempo durante a obra, por ser de fácil aplicação. Indicado principalmente para livings e dormitórios.

PISO VINÍLICO

O piso vinílico é produzido em PVC com adesivo e aplicado sobre uma manta, seguindo a mesma linha de aplicação do revestimento laminado. De aplicação extremamente simples e baixíssimo custo, ele também imita madeira e é perfeito para quem busca resistência e durabilidade. É um excelente isolante térmico e acústico, o que torna o ambiente muito mais aconchegante, mas vale lembrar que é preciso evitar o contato do piso com objetos pontiagudos, já que podem marcar o piso. Indicado para áreas internas de menor tráfego, com exceção do banheiro, já que esse revestimento não possui resistência a ambientes úmidos.

A diferença entre o piso laminado e o vinílico pode parecer pouca, mas o revestimento laminado se aproxima muito mais da madeira natural e também perde em relação ao conforto acústico proporcionado pelo revestimento vinílico.

 

CIMENTO QUEIMADO

Ganhando cada vez mais espaço na casa dos amantes de decoração com seu toque de rusticidade, é feito a partir de uma argamassa produzida com cimento, areia e água, que pode receber aditivos para aderir melhor e evitar rachaduras. Tem uma espessura de aproximadamente 30cm e é feito sobre uma superfície áspera ou úmida. Recebe um pó de cimento que é alisado com uma desempenadeira. Essa técnica de alisar o pó do cimento sobre a argamassa ainda úmida, é chamada de queima de cimento. Depois disso é possível aplicar um tipo de resina, verniz ou cera para torna-lo brilhoso.

Uma solução de baixíssimo custo, sustentável e muito moderna, se adequa melhor a um estilo mais industrial. É indicado tanto para áreas internas, quanto para externas, mas não perde a elegância em nenhuma das ocasiões.

PORCELANATO LÍQUIDO

Esta opção não se enquadra exatamente entre as de menor custo, porém, foge completamente do óbvio.

Também conhecido como piso 3D e popularizado pelo seu efeito brilhante que se assemelha ao porcelanato, é produzido em resinas de epóxi (autonivelante) ou poliuretano. A aplicação de ambos é feita com algo semelhante a um rodo e não deixa divisões.

O piso autonivelante é espalhado com um rodo e se nivela automaticamente, diferentemente do piso de poliuretano que é aplicado com um rolo, como se fosse uma pintura, além de precisar de nivelamento prévio do piso debaixo, incluindo fechamento dos rejuntes. Pode ser aplicado sobre desenhos colados previamente, formando assim, um belíssimo efeito visual (3D).

Depois dessas, ainda temos opções como mármore, granito e silestone. São opções de maior custo, mas lindas e que também fogem do tradicional! E aí, vai aderir? Conta pra gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: